Quem somos

Eduardo Romão O Mestre Eduardo Romão Gomes é sócio, coordenador e treinador da Esgrima BTC. É educador físico e mestre internacional de esgrima. Atua nessa modalidade desde 1989 e possui grande experiência na iniciação à esgrima e no treinamento de atletas de alto rendimento. Já foi treinador de equipes brasileiras em diversos campeonatos internacionais, além de árbitro internacional tanto de esgrima quanto de esgrima em cadeira de rodas, com atuação nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro (2016) e nos Jogos Paralímpicos de Londres (2012). Mestre Eduardo é um dos representantes da Esgrima BTC junto à Confederação Brasileira de Esgrima e participa da organização das competições do calendário mineiro e do calendário nacional por todo o país.

Ana Paula Bindi é sócia, coordenadora e professora da Esgrima BTC. É educadora física e pós-graduada em treinamento desportivo. Iniciou sua carreira na esgrima como atleta em 2003 e, posteriormente, passou a atuar como professora especializada na modalidade. Além disso, é árbitra nacional de esgrima olímpica e paralímpica, tendo participado da equipe de arbitragem nos Jogos Paralímpicos Rio 2016. Ana Paula também representa a Esgrima BTC na Confederação Brasileira de Esgrima e auxilia na organização de competições estaduais e nacionais pelo Brasil.

Bianca Dantas Bianca Dantas é instrutura da Esgrima BTC. É atleta de destaque no cenário brasileiro, já tendo sido campeã de torneios nacionais e sulamericanos. Bianca possui formação como monitora de esgrima (certificada pela Confederação Brasileira de Esgrima) e como treinadora de esgrima em cadeira de rodas (certificada pela Academia Paralímpica Brasileira).

Carlos Moreira Carlos Moreira é um dos fundadores da sala de esgrima do Barroca Tênis Clube e um dos pioneiros da modalidade em Belo Horizonte. Atleta de esgrima desde 1985, com experiência nacional e internacional, Carlos também representa a Esgrima BTC junto à Confederação Brasileira de Esgrima e auxilia na organização das competições estaduais e nacionais realizadas em Belo Horizonte. É ainda árbitro internacional de esgrima em cadeira de rodas, tendo atuado nessa função nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro (2016) e de Londres (2012).